Confira os destaques da Cimeira de Inovação em Saúde, no ano de 2019

A Cimeira de Inovação em Saúde, no ano de 2019, que contou com especialistas em tecnologia da saúde, que se aproximaram da transformação digital da potência dos avanços no setor de

O conceito de Internet das Coisas (IoT), a Inteligência Artificial (IA), Blockchain, nanotecnologia, entre outros, que estão cada vez mais presentes em nosso dia-a-dia. No entanto, ainda existem muitas dúvidas sobre como as tecnologias podem ajudar no dia-a-dia, e na venda por menor responsabilidade.

Para falar de como a tecnologia ajuda no funcionamento dos canais de saúde, uma das principais novidades do setor, bem como os especialistas em tecnologia da saúde se reuniram na segunda edição da Cimeira de Inovação em Saúde, organizado pela Satisfação da Comunicação, em parceria com o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo ( Sindusfarma). O evento foi realizado ontem (08/10), no Cubo de banco Itaú, em São Paulo, brasil, e contou com a presença de mais de 200 pessoas.

Veja Mais

A saúdedas Filiais da Drogal participam do Outubro Rosa,Notícias deEMS apoiou a Carreira de Miguel, que celebrou os 40 anos de idade, da rede deSaúde daVitamina A (retinol): o tema da nutrição na luta contra as consequências dos sintomas

Com a revolução digital, o empreendedorismo, a forte expansão do capital e os riscos à saúde, à medicina de precisão, e o acesso são os impulsionadores dos avanços em matéria de saúde”, Um exemplo claro é o da Inteligência artificial, o que já está trabalhando na formação de profissionais na detecção e tratamento precoce da doença, o diagnóstico e o tratamento, e também o resto da minha vida”, diz o doutor, licenciado e doutor em patologia clínica, o Dr. Carlos Ballarati.

De acordo com o Ballarati, dessas tecnologias que nos ajudam a concentrar a atenção na prevenção e na saúde e na doença, como costumávamos fazer. O point-of-care é um exemplo de o que já é uma realidade.

Com ele, poderemos levar a um maior acesso à saúde da população. Afinal, em muitas ocasiões, as pessoas que não têm os meios económicos ou de tempo para ir ao médico, tomar uma ficha e, em seguida, para o laboratório para realizar o estudo. Em farmácias, facilita o acesso e a ajuda no diagnóstico e acompanhamento da doença.

A tecnologia na prevenção de doenças

No entanto, os especialistas afirmam que a tecnologia não deve ser centrada no rastreamento e o diagnóstico rápido, mas que, em matéria de prevenção. “Antes utilizávamos na tecnologia e no paciente, ou quando o objetivo dos cuidados após o aparecimento da doença. Hoje em dia, a tecnologia é que nos ajude no cuidado com a prevenção e na exploração de saúde, uma vez que ajuda a prevenir doenças”, afirma a doutora, a farmacêutica e a colaboração dos laboratórios de diagnóstico de Inteiros, mas ela Bottero.

Já na vigilância da saúde, e a tendência é que os wearables, os dispositivos que controlam os batimentos do coração, a quantidade de passos a seguir, entre outras coisas. Os “wearables levar a um hospital para sua casa e o hospital, para que o telefone”, explica o diretor de inovação e transformação digital no Hospital Israelita Albert Einstein, Claudio da Terra.

“Temos que correr contra o tempo, já que as inovações requerem níveis cada vez mais altos. No entanto, cada vez há menos tempo para que as soluções cheguem ao mercado”. Assim afirma o professor de biologia celular e molecular, Rodrigo Rodriguez, que bordou os desafios e as oportunidades que oferece o mercado. Desta forma, a tecnologia deve ajudar o setor a contribuição de valor para a sociedade, através da inovação.

Na cimeira no ano de 2019: tecnologia da saúde

No entanto, para falar sobre este tema ainda é complexo, pois trata-se de uma série de fatores, e uma das áreas. Desta forma, um dos grandes desafios é a inovação em um ambiente em que as pessoas estão acostumadas e que esperam que os serviços tradicionais. Exemplos disso são os hospitais e as farmácias.

Além disso, no canal farma, a tecnologia vem para ajudar na redução do número de interrupções no momento da prescrição antes da chegada da farmácia, que hoje representa 11% das redes, e 45% das farmácias independentes, declarou o vice-presidente do grupo LATAM airlines em Primeiro plano Internacional, o apóstolo Paulo Pacheco.

O evento também contou com a assistência de um consultor especializado em marketing de varejo, o fundador, coordenador e professor do centro de Varejo Varejo-Laboratório da ESPM, Ricardo Pastor dirigiu-se à loja de 4.0 e o farmacêutico, o diretor da unidade de negócios da IQVIA, Hugo Mendoza, que foi explorada a informação digital e o impacto dos novos modelos de negócio.

Confira todo o conteúdo da Cimeira de Inovação em Saúde, no ano de 2019, em Guia da Farmácia na edição de Novembro.

Foto: Alexandre Machado Fonte: Guia de medicamentos.

  • <a href="https://api.whatsapp.com/send?phone=5511988394553

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *