O novo cargo foi criado em 24 de Setembro de 2019 22:20:06 pm

A bebida mais consumida no país – é a cerveja! – ele deixou de ser refrescante, e ganhou a qualificação de cozinhas, ampliando as oportunidades para o negócio. Não é coincidência que muitos gostavam de ter tomado o gosto, para um modelo mais profissional e investidos na produção. Mas o que eu preciso para configurar uma cervejaria artesanal e começar a fazer algum dinheiro? Que é o que nós vamos mostrar para vocês no post de hoje! Você está pronto? Então, aqui vamos nós!

O mercado de cerveja no Brasil,

A terceira maior produtora de cerveja do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos, China, Brasil, movendo-se de uma indústria com faturamento de bilhões de um ano.

De acordo com a Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), nos últimos dez anos, o país registrou cerca de 70 fábricas de cerveja, e os consumidores foram populares marcas de cerveja no mercado. Hoje, existem quase 900 das cervejarias artesanais espalhados pelos quatro cantos do Brasil, e os novos sabores e aromas.

Apesar do fato de que o mercado ainda está sendo dominado por grandes grupos de fabricantes de cerveja, estudos têm mostrado que uma das principais razões para o aumento na demanda por cerveja artesanal é o gosto que o diferencia. Há uma enorme onda de “gourmetização” o consumo de álcool, que é a bebida de eleição.

O primeiro passo

Sim, os fabricantes de cerveja artesanal é emocionante e tem um potencial incrível! Mas, como em qualquer negócio, exige dedicação. Assim, o primeiro passo é que todos do mestre cervejeiro precisa tomar é procurar – para procurar, e muita. O hype e as reivindicações para produzir a cerveja especial que todos eles amam uns aos outros não é suficiente. Por esta razão, você deve preparar-se para dedicar uma boa parte do seu tempo para ler!

Então você tem uma idéia para você investir de forma assertiva no mercado de cerveja – seja ele micro, médias ou grandes de cerveja, é necessário compreender os diferentes aspectos deste mercado, bem como todos os que são atraídos a ele de alguma forma. Aqui está uma lista curta das coisas que você precisa para manter-se atualizado com antes de tomar qualquer decisão:

  • O mercado
  • Inovação
  • Pesquisa de mercado e planejamento
  • Planejamento estratégico
  • Comunicação
  • O Layout da cervejaria
  • O escalonamento da produção
  • Loja
  • A distribuição
  • Aspectos legais
  • O imposto
  • Licença
  • O custo e o preço de
  • Gestão de negócios
  • Gestão financeira
  • Investimento
  • Financiamento

Bastante coisa, não é?! Mas é um bom negócio, não vem em um dia! Então, chegar lá e começar a formatar todas essas idéias!

Especialista de suporte

Para contar com a ajuda de uma pessoa que entende de negócios pode fazer uma grande diferença na hora de montar uma cervejaria artesanal. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), além de oferecer assistência pessoal no trabalho, no seu site, na seção “Ideias de Negócios”, com uma seção especial dedicada ao micro-cervejarias.

Aqui você vai encontrar um material que permite que inclui informações sobre as instalações, o equipamento, a organização do processo de produção, custos, planejamento financeiro, entre outros. O Instituto de Cerveja, bem como o serviço de apoio (Sebrae), também é uma fonte indispensável para quem quer montar um plano de negócios no negócio.

Outra boa idéia no momento de abrir o seu próprio negócio e a cerveja área está procurando por uma incubadora. A incubadora vai ajudar no consórcio para o equipamento e instalação para impulsionar o mercado, e o estabelecimento de pequenas fábricas e feitos em casa. Há também pessoas que contratar um mestre cervejeiro, e adaptá-lo para o local onde ele será instalado na fábrica de acordo com as leis de higiene e de produção.

Segurança e qualidade no processo

A outra questão que não podem ser negligenciados, com relação à segurança e controle de qualidade no processo de fabricação da cerveja. E que envolve a seleção de equipamentos, matérias-primas, e uma fonte de energia segura e de alta qualidade. Na verdade, até mesmo a quantidade de água utilizada no processo de fazer a diferença no resultado da fabricação da cerveja.

Devido a isso, há também o GLP (gás liquefeito de petróleo da Copagaz – o aliado perfeito para a fabricação de cerveja artesanal. O alto poder calorífico do gás, e a capacidade de controlar a temperatura para fazer o GÁS, a energia é a mais adequada para o processo de brassagem (ou imersão), um passo de extrema importância que requer atenção para a temperatura da água.

Lembre-se, a fim de entrar no segmento da cervejaria artesanal e de volta para o negócio ser bem sucedido, é necessário ir além da paixão pelo produto! Você tem paciência e perseverança, além da alimentação, é claro. Tome seu tempo, amadurecer as suas ideias, para estudo, para analisar o mercado, avaliar o risco de dano. Portanto, seu sucesso é garantido!

imagem24-09-2019-22-09-09 imagem24-09-2019-22-09-09[/resolvido]

Se você tiver o original da fábrica na casa e você deseja iniciar seu próprio jardim, assista para o futuro, artigos sobre o mercado de cerveja aqui e, é claro, dependem do gás-para-Copagaz!

Fonte: copagaz.com.br/quero-montar-uma-cervejaria-artesanal-quais-os-primeiros-passos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *