Sindigás ” o Senado aprova a renovação de Alexandre Cordeiro, e o conselho administrativo de defesa econômica

Fonte: EPBR

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado federal aprovou nesta terça-feira (1) de acordo com Alexandre Cordeiro, para ocupar o cargo de diretor-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que estende o seu mandato por mais dois anos, até que em outubro de 2021.

No cargo desde o ano de 2017, Alexandre Cordeiro, que foi o superintende geral em que atuou em os acordos que assinou com a Petrobras para a venda, das oito às refinarias e para a venda dos ativos dos segmentos de transporte e distribuição de gás natural, mediante a formalização dos planos da estatal é praticamente o encerramento de suas atividades no segmento.

Sabatinado nesta segunda-feira (1), Alexandre Cordeiro, disse que o conselho administrativo de defesa econômica para agir de forma “preventiva”, e não apenas de espera deve tomar medidas a respeito, com o fim de aumentar a competitividade nos mercados.

Defendeu, também, que o conselho administrativo de defesa econômica interage com outras agências, a fim de avaliar o impacto de mudanças regulatórias na competição. Falou-Se de uma maneira ampla, sem especificar,, um sector em particular.

Sobre a força aérea brasileira, o Cordeiro, disse que a decisão da venda dos ativos na área de gás e refino do petróleo, e a empresa, dentro de um contexto, de um “suposto” abuso de poder dominante, e que a venda não foi uma decisão do Cade. É uma proposta que da força aérea brasileira”.

“O conselho administrativo de defesa econômica mudou sua postura e trabalhado de uma maneira mais pró-ativa”, disse.

O acordo para a venda de seus ativos na área de gás, o conselho administrativo de defesa econômica não foi concluída a análise, a julgar pela força aérea brasileira atuando de forma anticompetitiva no mercado. Nesse momento, tanto que Alexandre Cordeiro, e quando um dos ex-dirigentes do organismo, que defenderam a conclusão de que a pesquisa não era necessária, já que não havia o interesse da empresa na venda de ativos na área, principalmente concentrada.

Na CAE, também sabatinou e aprovou a renovação de Walter, o de santo domingo jovem para o cargo de procurador-chefe do cade.

Fonte: www.sindigas.org.br/novosite/?p=15970

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *